RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS 2016 | CONHEÇA A TERCEIRA VAGA DE ARTISTAS | 3 A 14 Outubro

residencias_artisticas_3fase

A terceira fase do Programa de Residências Artísticas 2016 já arrancou, decorrendo até 14 de outubro na Casa do Artista Jaime Isidoro e no Fórum Cultural de Cerveira. Selma Pereira (PT), Priscila Lopes Cantisano (BR),  Lilian Barbon (BR) e Elton Hipolito (BR) são os artistas que irão desenvolver trabalhos em áreas como pintura, têxtil e fotografia. 

 

lilian

Lilian Barbon (BR)
“Light Painting – Pintando com a Luz” | Fotografia, Artes Visuais

O projeto “Light Painting – Pintando com a Luz” nasce como extensão de uma oficina que será destinada ao público local. Nela será apresentada a técnica de Light Paint e os participantes serão convidados a fazer parte de um grande coletivo artístico. Sairemos em meio a vila, em busca de locais que servirão de cenário para criar “pinturas com luz”. Desta forma, além de aproximar os participantes e a própria comunidade do fazer artístico, estes se tornarão cúmplices e atores do próprio processo. Uma proposta de arte participativa, livre e aberta ao público local. Uma experiência coletiva que transformará a visão cotidiana dos habitantes da vila.
*Sobre a técnica: Light Paint (pintura com luz) é uma técnica que consiste em mover uma fonte luminosa diante da câmara fotográfica, em um ambiente com pouca luz, durante um longo tempo de exposição, permitindo ao fotógrafo “pintar” a cena que se quer ter, ou mesmo, produzir composições espaciais através de desenhos feitos com a luz. É uma técnica extremamente criativa que tem, de certa forma, mais em comum com o desenho do que com a fotografia propriamente dita. A fonte de luz é utilizada, aqui, como um pincel na composição da cena.

A artista irá desenvolver um workshop de fotografia “Light Painting – Pintando com a Luz” aberto ao público de 6 a 8 de outubro (19h00 às 22h00). O curso é gratuito. Para efetuar inscrição por favor contacte geral@bienaldecerveira.pt ou 251794633.

 

priscila

Priscila Lopes Cantisano (BR)
“Espaços Ressignificados” | Pintura

Os lugares são mais fortes que as pessoas, o cenário mais forte que o acontecimento. Essa possibilidade de permanência é que faz a paisagem ou as coisas construídas superiores às pessoas.
Aldo Rossi

Espaços ressignificados é o nome escolhido para esta pesquisa que aborda os espaços arquitetónicos permanentes da cidade, onde o uso e a função foram modificados ao longo do tempo.
Se por um lado a busca moderna pela harmonia perfeita entre forma e conteúdo sugestionou um carácter de permanecia dos espaços arquitetónicos, por outro a transitoriedade de valores e o culto ao novo da modernidade levara a obsolescência de espaços arquitetónicos modernos e não modernos.
Como solução comum, muitos espaços arquitetónicos foram ressignificados socialmente. As novas necessidades sociais, junto à escassez de espaços centrais nas cidades, encontram nos espaços vazios ou obsoletos a sua forma de existência.
Assim, aos espaços já construídos, novas camadas históricas se acumulam, muitas vezes ofuscadas pela imponência cultural do uso atual.
Com o intuito de resgatar a memória histórica, arquitetónica e emotiva dos espaços em Vila Nova de Cerveira, o trabalho presente busca relacionar a pesquisa histórica à pesquisa plástica.
Elementos da arquitetura, simbólicos, documentais e culturais indicativos de tempos e usos distintos dos espaços escolhidos são apreendidos visualmente e dispostos sobre a tela pelas camadas de pintura em sobreposição que ora figuram e ora abstraem, ora revelam e ora escondem o que também o tempo alternou ou alterou.

 

elton_hipolito

Elton Hipolito (BR)
“Lacunas da Memória” | Pintura

A proposta consiste em registos feitos através de fotografias e desenhos de observação do entorno da Casa do Artista Jaime Isidoro e das pessoas que circulam nas proximidades, identificar estes momentos do espaço e do homem inseridos no presente acelerado, de maneira a emancipá-los, e dar a possibilidade da experiência do tempo “lento e saudável” no espaço expositivo. Contribuir por meio de retratos e paisagens em desenhos e pinturas para questões que surgem de vivências pessoais e de impressões de nossa sociedade atual inerentes ao esquecimento, a memória e sua preservação; dialogando com a produção artística contemporânea.

 

selma

Selma Pereira (PT)
Moda/Têxteis/Tecnologia | Têxtil

Criação de um coordenado de moda, de caráter experimental e exploratório, que combina materiais e técnicas têxteis tradicionais com contemporâneos processos de estampagem (com a ação da luz solar ou de outra fonte de calor) e fibras tecnológicas, numa perspetiva transdisciplinar, com o objetivo de trabalhar os valores de expressão plástica na ligação da moda/têxteis, tradição e tecnologia.
O projeto de residência, que proponho, engloba também dois dias de workshops em que o público pode aprender as várias fases do processo de criação de uma peça de vestuário: da escolha do material, modelagem, corte e confeção.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone