Mais de 20 Instituições de Ensino Superior portuguesas e estrangeiras vão participar na Bienal de Cerveira

Com o intuito de aproximar os conceitos científicos da prática artística e promover a reflexão entre alunos, professores e artistas, foram convidados a participar na XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira faculdades, institutos e escolas superiores da área das artes. No total, são 21 as instituições que aceitam este desafio e que vão expor na bienal de arte mais antiga do país e da Península Ibérica.

“As Bienais Internacionais de Arte de Cerveira são desde 1978 um local de encontro, debate e investigação de Arte Contemporânea, pelo que a presença destas entidades contribuirá, certamente, para uma reflexão conjunta.  A novidade este ano é a participação de entidades estrangeiras de países como a Rússia, Perú e Colômbia”, explica o presidente da Fundação Bienal de Arte de Cerveira, Fernando Nogueira.

A Factory VNC (antigo quartel dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Cerveira) vai acolher, nesta edição, as seguintes instituições de ensino superior portuguesas: a Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos, a Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha do Politécnico de Leiria, a Escola Superior Artística do Porto, a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto (IPP), a Escola Superior Gallaecia, a Escola Superior de Média Artes e Design do IPP, a Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do IPP, a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, a Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto, a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança, o Instituto Politécnico de Tomar, a Universidade Aberta, a Universidade do Algarve, Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, a Escola de Artes da Universidade de Évora, Departamento de Artes Visuais e Design, e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Relativamente às entidades estrangeiras, participam nesta edição a British Higher School of Art & Design (Rússia), a Pontificia Universidad Católica del Perú (Perú), a Pontificia Universidad Javeriana (Bogotá, Colômbia) e a Universidad de Los Andes (Bogotá, Colômbia).

“Esta oportunidade afigura-se como um meio não só de divulgação do ensino artístico, como também do plano de investigação da arte e ciência, aproximando novos talentos de artistas mais experientes”, acrescenta o coordenador artístico, Cabral Pinto.

Assinalando os seus 40 anos e voltando-se a realizar em anos pares, a XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira regressa este Verão, voltando a marcar o calendário nacional de eventos de 10 de agosto a 23 de setembro, sob o tema “Artes Plásticas Tradicionais e Artes Digitais – O Discurso da (Des)ordem”.

X