55 artistas portugueses e brasileiros marcam a rentrée da Fundação Bienal de Arte de Cerveira

“Processos em Trânsito” (exposição coletiva internacional de livros de artista) e “Viacrucis. A Pintura como interrogação” (exposição individual de Jaime Silva) são os nomes das duas mostras que marcam a rentrée da Fundação Bienal de Arte de Cerveira, após a XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira. A inauguração das exposições decorre no próximo sábado, 27 de outubro, às 16h00, e será seguida pela apresentação do livro “No silêncio do atelier”, por Ágata Rodrigues, diretora da Fundação Escultor José Rodrigues, no âmbito das comemorações do aniversário do Mestre.

Com a curadoria de Sobral Centeno (PT), Daniela Steele (BR) e Ines Linke (DE), a mostra “Processos em Trânsito” combina objetos únicos, concebidos originalmente como obras de arte autónomas, com ferramentas de trabalho às quais os respetivos utilizadores conferiram dimensão estética. No total, são 54 os artistas representados nesta exposição – 27 portugueses e 27 brasileiros – que após ter estado patente na Câmara Municipal de Matosinhos se dá a conhecer, até 1 de dezembro, no Fórum Cultural de Cerveira.

Entre os 54 projetos reunidos, contam-se, entre outros, trabalhos do músico e compositor Arnaldo Antunes, dos também brasileiros Paulo Bruscky e Almandrade e dos portugueses Álvaro Siza Vieira, Eduardo Souto de Moura, José Pedro Croft, Pedro Cabrita Reis, Julião Sarmento, Francisco Laranjo, Zulmiro de Carvalho e Albuquerque Mendes.

A mostra resulta do projeto “O.Livro.de.Artista”, que acontece em Salvador da Bahia, no Brasil, desde 2016, em parceria com o MAB – Museu de Arte da Bahia.

Por sua vez, “VIACRUCIS – a Pintura como interrogação” é o nome da exposição individual de Jaime Silva, com curadoria de Helena Mendes Pereira, que propõe ao público uma abordagem antológica da sua obra através de 100 peças.

“Para mim a Arte (o que entendo como tal) é algo que nos mantém suspensos entre um estado letárgico e o que convoca um estado de espírito, que posso definir como de atenção ao mundo circundante, e que evidentemente não se restringe a teorias de ocasião, definições politicamente corretas ou incorretas, outras”, explica o pintor e vice-presidente da Sociedade Nacional de Belas Artes, Jaime Silva. “Não entendo como fácil ou difícil a Arte. Traduzo-a em forma de Pintura, Desenho, outras formas, outros meios, em método de interrogação, dúvida e teste, senhor que sou de um processo de autoavaliação e de um gosto pessoal longamente treinado”, acrescentou.

Jaime Silva nasceu no Peso da Régua, em 1947. Licenciou-se em pintura na Escola Superior de Belas Artes do Porto e foi membro fundador do grupo Puzzle, de 1975 a 1977, juntamente com Carlos Carreiro, Graça Morais, João Dixo, Albuquerque Mendes entre outros artistas do Porto. Em Paris foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Ao longo da sua vida profissional tem desempenhado funções de galerista, professor de pintura, diretor artístico, curador e júri de várias exposições. Participa em exposições individuais e coletivas desde 1976, em Portugal e no estrangeiro.

Jaime Silva nasceu no Peso da Régua, em 1947. Licenciou-se em pintura na Escola Superior de Belas Artes do Porto e foi membro fundador do grupo Puzzle, de 1975 a 1977, juntamente com Carlos Carreiro, Graça Morais, João Dixo, Albuquerque Mendes entre outros artistas do Porto. Em Paris foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Ao longo da sua vida profissional tem desempenhado funções de galerista, professor de pintura, diretor artístico, curador e júri de várias exposições. Participa em exposições individuais e colectivas desde 1976, em Portugal e no estrangeiro.

 

ARTISTAS REPRESENTADOS EM EXPOSIÇÃO COLETIVA INTERNACIONAL DE LIVROS DE ARTISTA

Brasil: Almandrade, Dôra Araújo, Amir Brito Cadôr, Arnaldo Antunes + Márcia Xavier, Bettina Vaz Guimarães, Caetano Dias, Carlos Macêdo, Fábio Morais, Frederico Filippi, Hugo Fortes, Katia Fiera, Lucas Dupin, Luiz Telles, Márcia Abreu, Marila Dardot, Mayra Martins Redin, Miguel Cordeiro, Mónica Rubinho, Nazareno Rodrigues, Néle Azevedo, Paulo Bruscky, Renata Cruz, Renato Leal, Sidney Philocreon, Vauluizo Bezerra, Vera Goulart, Walter Silveira

Portugal: Albuquerque Mendes, Alváro Siza Vieira, Ana Perez Quiroga, Beatriz Albuquerque, Cristina Ataíde, Francisco Laranjo, Gerardo Burmester, Graça Pereira Coutinho, Henrique Silva, Joana Machado, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Luís Silveirinha, Manuel Porfírio, Manuel Santos Maia, Marta Wengorovius, Miguel Leal, Paulo Mendes, Pedro Cabrita Reis, Pedro Tudela, Rita Roque, Rui Horta Pereira, Sá Coutinho, Sebastião Resende, Souto Moura, Susana Piteira, Zulmiro de Carvalho

 

Local: Fórum Cultural de Cerveira | Avenida das Comunidades Portuguesas S/N 4920-275, Vila Nova de Cerveira

Horário: terça a sexta-feira: 15h00 às 19h00; sábados e feriados: 10h00 às 13h00; 15h00 às 19h00

 

 

X